OBARÁ Riquezas, amor, paz, felicidade e tranquilidade.


Imagem Riquezas, amor, paz, felicidade e tranquilidade.

OBARÁ

SIGNIFICADO
Riquezas, amor, paz, felicidade e tranquilidade.
LENDA          Existiam dezesseis irmãos na cidade de Ilê Ifé na Nigéria:
Okaran Xoxô, Eji Oko, Ogundá, Yorossun, Oshé, Obará, Ody, Eji-onilê, Ossá, Ofun,
Owarin Soobè, Eji-lashiborá, Eji-olobô, Iká, Ifalahé e Urunmilá Babá Ifá.
O mais pobre era Obara. Os irmãos se reuniram sem Obará saber e como eles tinham negócios e eram ricos, todos os anos procuravam um Babalawô. Chegaram   a casa do sacerdote e pediram para ele botar uma mesa, isto é, para jogar búzios.            No primeiro lance de jogada o Babalawô verificou a ausência de uma pessoa e disse:         – Está faltando uma pessoa da família aqui, quem é? Eles se entreolharam e disseram:         – É Obará, nosso irmão mais pobre, nós nunca procuramos ele para nada, ele é            uma ovelha negra da nossa família. O sacerdote jogou e tirou os ebós necessários para os quinze irmãos. Como na África os babalawôs dão sempre um presente às pessoas que vão se consultar, o sacerdote virou-se e disse, eu como no momento não tenho nada vou dar a cada um uma abóbo ra, para vocês levarem. Entregou as abóboras e eles se retiraram.       No caminho uns com os outros comentavam que o Oluwô não tinha dado valor a eles, dando a cada um uma abóbora, presente considerado insignificante e gritavam só quem como isto é porco lá em casa. Um deles falou, como faz muito tempo, vamos visitar o nosso irmão Obará, já é quase noite, pernoitaremos na casa dele e ao amanhecer iremos todos embora. Concordaram e o último disse e ao sairmos deixaremos essas abóboras para Obará comer. Dito e certo, chegaram à casa de Obará à noitinha, bateram na porta, quem foi atender a esposa de Obará. Os irmãos entraram e saudaram Obará. Obará ficou satisfeito com a visita dos quinze irmãos e perguntou o que era aquilo, eles se olharam entre si e disseram, fomos a um Babalawô e ele disse que este ano você vai morrer, então como você é nosso irmão, viemos nos despedir. Obará abanou a cabeça a mulher começou a chorar com os filhos. Obará então disse:         – Como é ritual quando se vai morrer oferecer-se um jantar, então vocês            jantarão comigo. Os irmãos aproveitaram a oportunidade e comeram tudo da casa de Obará no outro dia cedo se arrumaram, se despediram e ao sair cada um deixou sua abóbora para Obará.       Aí começou a chover, chovendo já a três dias a mulher de Obará disse – que as caças tinham comido todas as carnes e que a carne seca já havia acabado e até as frutas, enfim tudo. Então Obará lembrou-se das abóboras e disse à mulher come- remos abóboras, vá busca-las, verificaram que na primeira só tinha moedas de ouro, a segunda estava cheia de brilhantes, a terceira só tinha pérolas e assim cada uma tinha uma riqueza dentro.
ENTÃO UMA VOZ GRITOU: – Não digas nada do que tens, senão voltarás ao que eras.
Obará prosperou, prosperou, passados meses os irmãos fizeram os ebós e nada resolveram. Então tiveram que procurar um novo Babalwô, se reuniram e lá foram eles novamente.  O novo sacerdote fez os preparativos e ao jogar os búzios disse:         – Falta uma pessoa de sua família aqui, quem é? Eles responderam é Obará!         – Vocês fizeram uns ebós e nada resolveram, vocês receberam cada um grande presente e jogaram fora. Eles responderam, o outro sacerdote nos deu a cada um abóbora. Então o Babalawô lhes disse:         – Vocês deram a riqueza de vocês a este irmão. Neste momento, eles escutaram toques e clarins e batidas de tambor na rua e o povo todo correndo e gritando que vinha um Homem muito rico oferecer presentes ao Rei. Os irmãos correram à janela, viram de longe um Homem todo de branco, montado em um cavalo branco que de cem e cem metros mudava para outro cavalo, os cavalos tinham os arreios todos em prata, um séquito de escravos e soldados o acaompanhava eles então gritaram:                                 – É Obará nosso irmão.           O sacerdote então jogou e gritou é a riqueza que estava nas abóboras.  Eles se entreolharam, coçaram a cabeça e disseram, amanhã vamos lá tomar o que é nosso. Então o sacerdote terminou o jogo e ofereceu uma moeda a cada um dizendo que guardassem mas que aquele ano não seria bom para eles.           Nem havia amanhecido o dia os irmãos estavam na porta do palácio de Obará, que antes era uma casa de barro pequenina. O chefe da guarda perguntou quem deveria anunciar. Voltando o chefe da guarda de Obará trouxe o recado dele dizendo que não poderia atender pôr que estava com visitas importantes e tinha vergonha de apresentá-los como irmãos. Então eles gritavam que queriam as abóboras de volta. Obará da sacada do palácio, respondeu para abrir o chiqueiro dos porcos e devolver as abóboras que já estavam podres, e que os porcos já haviam comido.
ENTÃO A MESMA VOZ DISSE: -Obará não diga nada do que tens a ninguém, senão voltarás ao que eras.
Os irmãos gritavam que queriam as abóboras de volta, e Obará respondeu que apodreceram. Pôr isso que, quem é deste Odu deverá dar comida a ele dentro  de uma abóbora todo mês de junho na Lua cheia
Obará é o Odu pobre que se torna rico, se a pessoa falar no que tem, os irmãos (os outros Odus) tomam tudo e a pessoa volta de duas a seis vezes pior do que era. Pôr este motivo que as pessoas deste Odu usam o vintém com a coroa para a frente e a cara para trás, para ninguém ver a cara de Obará.
FILHOS
São pessoas calmas, que não gostam de ser traidas pois se tornam muito vinga- tivas, não se importando com o quanto gaste para ver sua vingança realizada. São generosas e bondosas com as pessoas que os cercam, não são de muito falar e de contar seus problemas. Gostam de privacidade na sua vida pessoal. Fazem amizades com facilidade e fazem de tudo para preservá-las para sempre.
COR         – BRANCO, AZUL CLARO, VERDE E AMARELO FORÇA     – OURO, VIDRO, AREIA E PEDRAS PRECIOSAS. SEXO       – MACHO LUA         – CHEIA
LEMBRETES

  1. Nunca deve ser despachado
  2. Ser assentado sempre que possível
  3. Toda vez que despachar qualquer Odu negativo de comida a Obará. Caso seja possível assente-o para a pessoa.
  4. Caso tenha casa de Santo. Deverá assentar o Eshu de Obará
  5. Os filhos de Obará e aqueles que tem assentado, devem chamá-lo em  voz alta todas as quarta-feiras de Lua cheia
  6. As moedas do assentamento deverão ficar com a coroa para cima.
  7. Os búzios ficarão com o lado aberto para cima
  8. Quanto mais Obará assentado em sua casa de Santo mais ashé ela terá.
  9. Caso tenha que assentar Eshu de Obará para um filho de Santo, faça com que o mesmo leve-o. Nunca tenha dois Eshu de Obara assentado dentro da sua casa.
  10. Não se deve assentar Oxosse e Logun sem assentar Obará.
  11. Os Omo-Odus de Obará são 16, o mais importante deles é Obaráshé, que é duplamente rico.
  12. Sempre que for pegar qualquer coisa para Obará (areia, bambu, água e etc) o faça na Lua cheia.
  13. Obedeça rigorosamente os ebós, não substitua nenhum dos itens pôr outros.     Ebós de Obará incompletos trás a miséria para aquele que o faz.
  14. Cuidado Obará somente come caça. Perdiz, preá, etc…
  15. O Eshu de Obará come frango e franga sempre o casal. Nunca corte somente um  bicho a este Eshu. Lembre-se miséria somente trás miséria.
  16. Assente este Eshu o menor possível, pois terá que levá-lo a rua.
  17. Este Eshu bem cuidado lhe trará muitos clientes e filhos.
  18. A reza para louvar Obará deve ser rezada sempre que for dar comida a este Odu.
  19. A reza do Odu Obará deverá ser feita sempre que você possa, ou seja o ideal é que a faça assim que acordar e sempre que achar necessário, além das quartas- feiras de Lua cheia.
About these ads
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

12 respostas para OBARÁ Riquezas, amor, paz, felicidade e tranquilidade.

  1. luciano batista da silva disse:

    eu gostei muito de saber da vida desse orixa pois espero que eu possa conseguir tudo que ele conseguiu na vidaii

  2. regina disse:

    adorei ler sobre obara,pois é o meu odum e eu nao sabia como cuidar,apenas cuidava de oxossi,odé. Obrigada

  3. LUCIA VIANNA disse:

    NOSSA, A MUITO TEMPO CUIDO DE OBARA E NÃO SABIA SUA HISTORIA ADOREI AMEI AGORA VOU PROCURAR A REZA.

  4. claudia lopes disse:

    fiquei maravilhada com a historia de obara é linda que me traga muita sabedoria e sorte. obrigada

  5. MARCIO VAZ disse:

    GOSTEI MUITO DE SABER DESSA HISTORIA E DE COMO CUIDAR DE OBARA MUITO OBRIGADO

  6. Neusimar disse:

    Fiquei encantada com a história da Obará, me deu motivação. Valeu!

  7. maria disse:

    OLà, moro em salvador. Queria o telefone de contato.
    Obrigada

  8. Linha disse:

    Que Obara me traga muito amor, dinheiro, saude e muita, muita, muita e muita sorte

  9. Heliany do Amaral disse:

    Nossa como e bonita essa historia, sou de Oxossi e nunca fiz nada pra Obara, posso cuidar dele, sem ter Oxossi acentado? o que deve ser feito para cuidar dr Obara……….!

  10. nenemdeode disse:

    gostaria de sabe a reza de obara

  11. Ana Oliveira disse:

    Estou impressionada.

  12. damião wagner disse:

    hoje, RJ 06/06/2014! Agradeço a Deus pela criação sagrada desse próspero e generoso Odu que me tirou da rua e com seu Axé poderoso me ajudou a fazer uma bela casa reconstruindo minha vida familiar e meu trabalho…” OBARÁ, EU TB SOU SEU FILHO OBARÁ ! ” Q Orun, puro Amor, engrandeça e ilumine Odu OBARÁ e a todos que o procurarem recebam suas graças espirituais e materiais. Axé ! Deus,obrigado PAI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s