Violação no Terreiro de Candomblé.


Quando profanamos um templo de Candomblé, violamos não somente a comunidade que pertencemos, mas todos os Terreiros e os membros do Culto, além de afastar de si completamente a força sagrada dos Orixás, do anima, força vital, denominado de AXÉ.
Nenhum objeto sacro furtado é legítimo e não pode ser legitamado por outro Sacerdote, entendendo que quando a força vital é violada, dispersada e furtada, o objeto sagrado se torna impuro, impróprio para reutilização, ate mesmo como objeto de decoração, além de trazer infortúnios para si e toda familia consanguínea.
Ao invés de violar, trasgredir, profanar, furtar… Conversemos com o Sacerdote, porquê nem sempre o que parece ser nosso realmente é.
Assim evitaremos conflitos com a justiça divina, dos homens e talvez com a injustiça de uma comunidade revoltada.
Muito Axé Hoje e Sempre.
Babá Lokanfu Toluaye.

Anúncios
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s